quarta-feira, 5 de abril de 2017
Funcionárias da TV Globo no Rio de Janeiro estão trabalhando nesta terça-feira com uma camiseta que traz estampada a frase "Mexeu com uma, mexeu com todas". Trata-se de um protesto contra o ator José Mayer, acusado de assediar sexualmente a figurinista Susllem Meneguzzi Tonani. Ela o acusa de chamá-la de "vaca" e de passar a mão em sua genitália.

Por:http://noticiasdatv.uol.com.br

O protesto tem o apoio da cúpula da emissora, que ontem (3) decidiu cancelar a escalação de Mayer para a novela que Aguinaldo Silva escreve para a faixa das 21h. Mayer interpretaria o personagem Sampaio e faria par com Lilia Cabral, repetindo parceria de Fina Estampa (2011). A direção trata o movimento dos funcionários como "uma manifesfação contra um comportamento social", não como um protesto.

A camiseta está sendo usada por funcionárias de todos os escalões, de todas as áreas. Ontem, foi vendida nos estúdios por R$ 22 cada uma. Atrizes como Drica Moraes, Tainá Muller, Luisa Arraes, Alice Wegmann e Mariana Xavier estão vestindo a peça, que traz também a hashtag #ChegadeAssedio.
A denúncia contra José Mayer mobilizou funcionários e executivos da Globo no final de semana. Ontem, o diretor-geral da emissora, Carlos Henrique Schroder, se reuniu com os principais diretores da área artística e manifestou apoio ao movimento contra o assédio. Ele pediu para os chefes, gerentes e diretores tentarem ser mais próximos dos subordinados, para ouvirem mais os funcionários e, assim, evitarem que casos de abuso cheguem a extremos como o de Susllem.

No começo da noite de ontem, Schroder enviou um e-mail aos funcionários da casa reafirmando o apoio ao protesto e respondendo a quatro perguntas que funcionam como uma cartilha de ação em casos de desrespeito entre profissionais. O Notícias da TV obteve o e-mail na íntegra (leia abaixo).

A denúncia contra José Mayer ocorreu há mais de um mês, mas só ganhou visibilidade na última sexta-feira (31), quando o blog #AgoraÉQueSãoElas, da Folha de S.Paulo, publicou um corajoso depoimento de Sussllem, a vítima do ator.

No texto, escrito em primeira pessoa, a assistente de figurinista diz que o assédio começou há oito meses, com frases do tipo "Como você é bonita" e "Como você se veste bem", que logo evoluíram para "Fico olhando a sua bundinha e imaginando seu peitinho".

Em fevereiro último, dentro de um camarim dos Estúdios Globo e na frente de duas camareiras, Mayer teria colocado a mão esquerda na genitália de Susllem, que decidiu denunciar a agressão à emissora. Com o fim de seu contrato para trabalhar na produção da novela A Lei do Amor, Sussllem levou seu drama à imprensa.

José Mayer teve sua escalação suspensa da novela de Aguinaldo Silva como punição pela acusação de assédio?

A Globo decidiu não escalar José Mayer para a próxima novela das nove de Aguinaldo Silva, prevista para ir ao ar em 2018. Essa é uma atitude isenta e responsável da Globo de não dar visibilidade a uma das partes envolvidas numa questão que é visceralmente contra tudo que a Globo acredita. E não é uma atitude isolada. A atitude da Globo será sempre essa. A de defender que casos como esse devem ser apurados, ouvindo e oferecendo todo apoio às duas partes, dando possibilidade para que a verdade aflore e criando condições para que não se repitam. Foi isso que fizemos. E é isso que sempre faremos.

Até o próximo Post bjim. :) Deixe seu comentário ficarei muito feliz em responder. Se possível deixe o link do seu Blog, para que eu possa retribuir a visita.Se gostou do blog, então me siga e assim você não perderá as novidades e eu te seguirei de volta. 






0 comentários:

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto

Adilene Martins, noiva, virgeniana 31 de agosto,  educadora física  de profissão. 

Seguidores

Tecnologia do Blogger.

Total de Visualizações

Me siga Retribuo

Quando seguir o blog me avise para eu poder retribuir

Popular Posts

Leitoras

Nome

E-mail *

Mensagem *

Quer pesquisar oque?