segunda-feira, 15 de dezembro de 2014
Matar não é tão grave como impedir que alguém nasça, tirar  a sua única oportunidade de ser. O aborto é o mais cabuloso e abjeto dos crimes.  Nada mais terrível do que não ter nascido! Abortar é mais cruel e covarde que matar uma criança enquanto ela dorme. Evite o aborto. Nâo poderá prevalecer a paz na terra, enquanto existir o aborto. Por que é uma guerra contra as crianças. Se aceitarmos que uma mãe mate seu filho no seu próprio ventre, como podemos dizer para outras pessoas que não matem uns aos outros?





0 comentários:

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto

Adilene Martins, noiva, virgeniana 31 de agosto,  educadora física  de profissão. 

Seguidores

Tecnologia do Blogger.

Total de Visualizações

Me siga Retribuo

Quando seguir o blog me avise para eu poder retribuir

Popular Posts

Leitoras

Nome

E-mail *

Mensagem *

Quer pesquisar oque?